Criança namora?

Criança namora? A resposta para essa pergunta, com toda a certeza é NÃO!

Seu filho(a) já chegou em casa contando que tem um namoradinho (a) na escola? Isso pode até parecer bonitinho e inocente, mas essas brincadeirinhas não são nenhum pouco saudável para o desenvolvimento da criança. O que ela sente pelo coleguinha, não é amor ou atração, é apenas uma afinidade com o amiguinho.

As Brincadeirinhas do tipo “Quem é o seu namoradinho na escola?” “Namoradinhos, só falta um beijinho!”, também podem até parecer inocentes, mas na verdade tais brincadeiras acabam contribuindo para a adultização da criança, acelerando o desenvolvimento das crianças para que tenham atitudes de pessoas adultas.

A realidade é que a criança não entende o conceito de namoro e tende a repetir aquilo que aprende, assim, acabam reproduzindo determinados comportamentos, sem ter muita noção no que compreende uma relação amorosa.

Por esse motivo, brincadeiras assim nunca são inofensivas. Lembrando que crianças são seres em formação, aprendem muito com o exemplo dos pais e pessoas próximas, estão ainda aprendendo conceitos como “certo” e “errado”.

Não se trata de moralismo, ou puritanismo. Estamos falando sobre cuidado, respeito e amor. Portanto, vamos evitar pular etapas, cada coisa em seu tempo.

Criança tem que ser criança e brincar com coisas de criança!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *