como tratar o refluxo infantil

Refluxo infantil

O refluxo gastroesofágico nada mais é do que o retorno dos alimentos (sólido ou líquido) do estômago para o esôfago. Normalmente, manifesta-se nos primeiros meses de vida, causando a regurgitação. Esse tipo de refluxo é chamado normal ou fisiológico.

De acordo com a medicina, boa parte dos bebês possuem esse tipo de refluxo devido a imaturidade do esfíncter esofagiano (válvula que impede o retorno do alimento do estômago para o esôfago). Com o desenvolvimento do bebê esse esfíncter também se desenvolve e assim o refluxo tende a diminuir, principalmente quando o bebê começa a comer alimentos sólidos.

Os principais sintomas de refluxo infantil que o bebê pode apresentar são:

  • Regurgitação e vômitos freqüentes;
  • Dificuldade para mamar;
  • Irritabilidade;
  • Choro excessivo;
  • Sono agitado
  • Entre outros.

Além do tratamento medicamentoso convencional, existem tratamentos complementares como a Microfisioterapia e Osteopatia (especialidades da fisioterapia), que vem mostrando excelentes resultados.

Tanto a Osteopatia como a Microfisioterapia buscam não só eliminar os sintomas como tratar a causa do problema, utilizando toques manuais sutis.

O fisioterapeuta Osteopata trabalha com o bebê partindo do princípio de que as causas do refluxo são tensões na região crânio-cervical (tensões na base da cabeça e pescoço) e abdominal/diafragmática, que geram uma dificuldade no funcionamento normal do esôfago, estômago e válvula.

Já na Microfisioterapia, partimos do princípio de que nosso corpo possui uma memória celular e que muitas situações pelas quais passamos ao longo da nossa vida pode deixar uma “marca” e isso refletirá em sintomas e doenças. O bebê quando está na barriga da mãe vive todas as emoções dela, e isso não termina com o nascimento, até por volta dos 7 anos de idade a criança é uma extensão da mãe, ou seja, entre tantos sintomas que um bebê pode apresentar, o refluxo é um deles e muitas vezes pode estar associado há alguma situação que a mãe vivenciou ou está vivenciando.

No tratamento, toques sutis estimulam o corpo do bebê para que essas memórias sejam apagadas e o corpo se recupere sozinho e naturalmente.

 

Dra. Camila Didoné

Dra. Camila Didoné – fisioterapeuta com formação em Osteopatia e Microfisioterapia.
Atende na cidade de Jacarezinho- PR, Santo Antonio da Platina- PR e Bernardino de Campos- SP.
Contatos: (43)3525-4105 / (43) 9689-1747

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *